- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fumo de cigarro

João de Freitas / Henrique Lourenço *fado cigana*
Repertório de Maria Rosa Rodrigues 

Tantos, tantos juramentos
Fizeste nesses momentos
E afinal tudo olvidaste
E seguido novo rumo
Teu amor foi qual o fumo
De um cigarro que fumaste

Ao princípio essa paixão
Foi qual lava de um vulcão / Que do teu peito saiu
Mas foi perdendo o ardor
Como em seguida ao calor / Quase e sempre vem o frio

Mas um dia hás-de encontrar
Uma que faça sangrar / O teu coração de barro
Ao sofreres por causa dela
Verás que não és p’ra ela / Mais que o fumo de um cigarro