- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Muito depois

Tiago Torres da Silva / Bruno Fonseca
Repertório de Joana Amendoeira

Acabei de descobrir que o coração
Tem muitas portas e janelas por abrir
Por isso, tudo o que vivi não foi em vão
Se me levou a decidir

Que agora a hora
É de inventar outro caminho p’ra nós dois
Amar-te, escutar-te
E pressentir o teu amor muito depois

Quando me pediste a mão, faltou-me o ar
Nem sei como dizer como o meu corpo estremeceu
A labareda que brilhava sem qeimar
E no entanto sempre ardeu