- - - - -

- - - - -
<> Clique na imagem e oiça Fado <>
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.650 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Nem um só dia

Jorge Rosa / Francisco Carvalhinho
Repertório de António Mourão

Não há um dia, um só dia
Que eu não passe à tua rua
Quem diria, quem diria
Meu querer não esfria nem se atenua
Quem diria, quem diria
Que esta afeição continua

Não há um dia, un só dia que eu não recorde o passado
Bom seria, bom seria, dar primazia a outro cuidado
Bom seria, bom seria, pôr a saudade de lado


Não há um dia, un só dia
Que eu não espere o teu regresso
Bem não queria, bem não queria
E cada dia menos t'esqueço
Bem não queria, bem não queria
E é tudo que a Deus peço