- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - - - -
As 5.440 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os
- - - - -
Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE *filósofo*
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Melodia portuguesa

Silva Tavares / António Melo
Repertório de Tristão da Silva

Estas mãos sempre dispostas / A punir quem te amofina
Agradeço-as de mãos postas / Como dádiva divina

È com elas, meu enlevo / Que te digo adeus, se passo
E è com elas que te escrevo / Estes versos que te faço

Co'as mãos se abençoa
Se trabalha e se perdoa
E as minhas, desde a hora em que vi
Mais tuas que minhas são;
Mãos tão capazes de rezar por ti
Como capazes de ganhar teu pão


Nem sei dizer o que sinto / Se co'as minhas mãos te afago
O que sei è que não minto / E nas palminhas te trago

Quem me dera a santa esmola / Desses teus olhos cristãos
Frente ao padre com a estola / 
Envolvendo as nossas mãos