- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

A roubar ao sol a cor

Carlos Leitão / Custódio Castelo
Repertório de Custódio Castelo

Porque è que a vida da gente
Faz sentido sem amor
Se dou por mim de repente
A roubar ao sol a cor;
Porque è que a vida da gente
Faz sentido sem amor
Se te sigo eternamente
Seja lá p’ra onde for

Ficou uma porta entreaberta
Que não pudemos fechar
E uma casa já deserta
Sempre que ousamos sonhar

Do tempo que foi passando
Resta pouco mais que nada
Não nos deu um *até quando*
Nem uma história acabada