- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Quimera perdida

Maria Manuel Cid / Francisco José Marques *fado zé negro*
Repertório de Fernanda Maria

Ó lume que me arrefece
Ó ventura que enlouquece
Ó saudade de ninguém
Pobre sombra fugídia
Fresta de luto se abria
Se há luar, de luto vem

Quanto silêncio gritado
Quanto sonho abandonado / Quanta quimera perdida
Rosto marcado de traços
Sombra seguindo os meus passos / Sempre de luto vestida

È brisa de mar, salgada
Lume cortante de espada / Tudo o que penso e não sei
Morte de vida sem vida
Sangue vermelho de ferida / 
Beijo que sinto e não dei