- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Amar é não voltar duma cruzada

Henrique Segurado / Miguel Ramos
Repertório de António Mourão

Quando o dia na noite se intercala
Fica a vidraça toda ensanguentada
Eu mordo a tua boca, ninguém fala
Amar è não voltar duma cruzada

Procurei-te de noite em minha cama
E tal como te queria, extenuada
Amanhece num pinheiro em verde rama
Amar é não voltar duma cruzada

A pele dos nossos corpos por fronteira
Logo as unhas te querem tatuada
Leva a noite contigo, bem inteira
Amar é não voltar duma cruzada