- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Um dia parti de mim

António Mourão / Mário Martins
Repertório de António Mourão

Um dia parti de mim / À procura da saudade
Já o dia ia no fim / Quando encontrei a verdade

Disse-me ela, sem rodeios / A saudade não existe
È o nome que se dá / Quando alguém se encontra triste

Pode a tristeza ser grande
Podes chorar à vontade
Só te acalma uma certeza
Quando vier a saudade
Vem a saudade e tu sentes 
Que a solidão não è nada
È uma alegria triste
Uma tristeza calada

Se reparares que vou triste / Não me perguntes porquê
È a saudade que insiste / Que magoa e não se vê

Se ainda vida me sobrar / Quando um dia te perder
P'la saudade mandarei / 
O que tinha p'ra dizer