- - - - -

- - - - -
<> Clique na imagem e oiça Fado <>
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.685 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Quase

Mário de Sá Carneiro / Jorge Barradas
Repertório de Alexandra

Um pouco mais de sol, eu era brasa
Um pouco mais de azul, eu era além
Para atingir, faltou-me um golpe d'asa
Se ao menos eu permanecesse àquem

De tudo houve um começo e tudo errou
Ai a dor de ser quase dor sem fim
Eu falhei-me entre os mais, falhei em mim
Asa
que se elançou mas não voou 

Num impeto difuso de quebranto
Tudo encetei e nada possuí
Hoje de mim, só resta o desencanto 
Das coisas que beijei mas não vivi