As 5.180 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Semente viva

Flávio Gil / Mário Pacheco
Repertório de Carolina

Semeei a sombra da tua lembrança
Que agora me assombra perdida de esperança
Semeei os sonhos que nós inventamos
Hoje são medonhos, como nós mudamos

O que aconteceu, o que se passou
Qual de nós morreu, que eu não sei quem sou
Oh semente viva da minha amargura
Como queres que viva com esta loucura

Na cama vazia onde enfim, desmaio
Sou a gota fria da chuva de maio
Sou a terra ausente da semente triste
Do teu corpo quente
Sou a tua idade
Que ainda persiste  na minha saudade

Essa chuva fria nos meus olhos baços
Chorando a agonia dos nossos cansaços
Somos dois pecados da mesma aventura
Os réus e culpados dum crime-loucura

Ai como demora o teu doce beijo
Veneno que outrora foi o meu desejo
Oh semente viva da minha tristeza
Como queres que viva com esta incerteza

O que aconteceu, o que se passou
Qual de nós morreu que eu não sei quem sou