- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Morrer na Sé

Carlos Bessa / Alvaro Martins
Repertório de Alma Rosa

Quero aqui ficar sempre até morrer
Não quero mudar deste meu lugar
Que me viu nascer

Eu não quero não, bairro encaixotado
Feito de betão e de solidão
Por metro quadrado

Quero a casinha / Aqui aonde moro
Nesta Sé vélhinha / Que eu tanto adoro

Oh Sé, oh Sé
Oh meu lindo Bairro da Sé
Tudo morre na cidade
Só tu é que estás de pé

De saudades chora quem a Sé deixar
E a qualquer hora, vêm sem demora
A Sé visitar

Eu contrariamente, vivo a cantar
Com a minha gente vivo alegremente
Por aqui estar

Antes de morrer / Quero ver na Sé
O entardecer / Que tão lindo é