- - - - -

- - - - -
<> Clique na imagem e oiça Fado <>
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.700 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Quando o amor

Hélder Moutinho / Júlio Proença *fado esmeraldinha*
Repertório de Hélder Moutinho

O amor aconteceu e a primavera
Chegou em mim mais cedo que a razão
O outono não ficou à tua espera
E a minha primavera também não

Pedi à solidão o esquecimento
Pedi ao teu olhar outra verdade
A solidão rogou-me o pensamento
E o teu olhar eterno esta saudade

Em todas as palavras que trazias
Nascia na minh’alma uma ilusão
Do amor e da paixão todos os dias
Do olhar que nos revela a solidão

A noite aconteceu e o pensamento
Chegou p’ra revelar toda a verdade
A solidão rogou-me o esquecimento
E o teu olhar eterno esta saudade