<> Canal de rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça Fados

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Louco

Henrique Rego / Popular *fado menor*
Repertório de Alfredo Marceneiro

Quiseste que eu fosse louco
P’ra que te amasse melhor
Mas amaste-me tão pouco
Que eu fiquei louco d’amor

Assim arrasto a loucura / Perguntando a toda a gente
Se do amor, a tontura / Um louco também a sente

E se quiseres amar / Esta loucura, mulher
Dá-me apenas um olhar / Que me faça endoidecer

Dá-me um olhar mesmo triste / Pois só nesta condição
Dou-te a loucura que existe / Dentro do meu coração

O lenço que me ofertaste / Tinha um coração no meio
Quando ao nosso amor faltaste / 
Eu fui-me ao lenço e rasguei-o