<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
Este espaço foi criado <> Com grande dedicação <> Por alguém que faz do fado <> A sua religião.

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Disse palavras à noite

Manuel Silva Ferreira / Fontes Rocha *fado isabel*
Repertório de Marina Mota

Disse palavras agrestes
À noite do meu caminho
Contei tudo que fizeste
E a noite chorou baixinho

Disse às casas e às ruas / Porque não cabia nelas
Se as minhas mãos eram tuas / E as tuas, duas estrelas

Disse ao vento que passava / Que chamasse a primavera
Pareceu-me que chorava / Porque estava à tua espera

Disse à noite esta lonjura / De palavras abafadas
No silêncio da tortura / De impossíveis madrugadas

Disse o sonho de ter sido / Um gesto do teu carinho
Disse que tinhas partido / E a noite chorou baixinho