- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - - - -
As 5.440 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os
- - - - -
Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE *filósofo*
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Violeta do Chiado

António José / António Parreira
Repertório de Maria Armanda

Julgo que mora em Alfama
Mas
o que é mais engraçado
Toda a gente só lhe chama
Violeta do Chiado

Mulher com nome de flor
Mulher-flor feita verdade
Ela própria vende flores
Numa esquina da cidade


Violeta do Chiado... vejo-a sempre quando passo
Pequena com os raminhos que aconchega no regaço
Violeta nostalgia... que és razão deste poema
Com cheirinho a maresia misturado de alfazema


Mulher que teve por escola
O que a vida lhe ensinou
E ri de qualquer graçola
Que um alfacinha atirou

Com ramos de várias cores
Que vende a quem as quiser
É mais flor que as outras flores
A violeta-mulher