- - - - -

- - - - -
<> Clique na imagem e oiça Fado <>
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.650 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

O cabaret dos imperfeitos

José Ricardo Silva / João António Silva e José Ricardo Silva
Repertório de Isa Cardoso

Bem-vindos meus senhores
Este é o cabaret dos imperfeitos
Sorriam por favor
Exponham vossos defeitos

Bem-vinda minha gente
Às luzes da ribalta aliciante
Ninguém é indiferente
Aos risos extravagantes

E assim vamos vivendo de amargura
À espera da mais perfeita loucura

Olhai p’ra este chão
Neste palco recheado de incertezas
Cantai uma canção
Venerem vossas tristezas

Olhai para esta sala
Este é o cabaret dos condenados
Aqui ninguém se rala
Aplaudam os fracassados

E assim vamos vivendo de ilusão
À espera da mais longa ovação

E assim vamos vivendo contrafeitos
Aqui no cabaret dos imperfeitos