- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.580 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado Rão Kyado

Rogério de Oliveira / Rão Kiao
Repertório de Natalino de Jesus

Foi no domingo passado
Lá num retiro de fado
Que ouvi entusiasmado, tal canção
É da estirpe do Alfredo
Rima que até mete medo
Mas tem lá o seu segredo e devoção

É um fado viajado
Que de Lisboa embarcado
Foi por Goa arrebatado de paixão
Regressou nas caravelas
Polvilhou-se de canelas
E encheu-se sem cautelas de açafrão

É um fado rigoroso
No corrido ou vagaroso
Que à guitarra traz mais gozo e emoção
Tem um toque que nos prende
Pois de nós ele descende
Se há coisa que se defende, é o nosso chão

E por ser pelo Rão criado
Este já foi batizado
Como o fado Rão Kyado e com razão
Que no seu toque mestiço
Põe o povo
em reboliço
Com
o seu gingar castiço e fadistão