- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Sozinha na vida

Fernando Campos de Castro / Alfredo Duarte *fado bailado*
Repertório de Alda Branca

Ando sozinha na vida
À espera de me encontrar
Entre medos e assombros
Com o xaile sobre os ombros
Eu canto p’ra não chorar

Não há olhos que aos meus olhos / Tragam a luz que me falta
Tudo é noite, noite escura
Que ao perceber a lonjura / Tudo em mim se sobressalta

Não há boca que me queira / Nem o gesto dum abraço
Ando tão longe de mim
Nesta dor que não tem fim / De silêncio e de cansaço

Sem o teu corpo qu’espero / Para sempre do meu lado
P’ra não me sentir perdida
Eu dou toda a minha vida / E o meu corpo inteiro ao fado