- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - - - -
As 5.440 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os
- - - - -
Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE *filósofo*
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Relógio do só

Letra e musica de Jorge Fernando
Repertório do autor

Não há pressa nos meus pés
Entra a onda p’lo convés
Onde me afundo
Basta um segundo

Porta sem se abrir
Que o trinco é forte
Umbrais da morte
Falta-me um passo
Não sei se o faço
Posso fugir

Não há pressa em meu olhar
Pois não tenho onde o deixar
Cedo-me ao escuro
Denso e seguro

Só há pressa nos ponteiros
Nos momentos derradeiros
Tardam-me as horas
Porque demoras