- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Breve notícia sobre João da Viola

Letra e musica de Jorge Fernando
Repertório do autor

Tendo por amiga uma viola
Vivendo num mundo que era o seu
Tinha rosto trigueiro, cabelos longos
E o que se visse, nada de seu

Seus dedos corriam p’la viola
Como pela vida o sonho seu
Tinha olhar distante, desenquadrado
Sonho quebrado, triste plebeu

Raiz, rebento, flor que a terra deu
Que sendo amor, cresceu
Petiz que o tempo não envelheceu
E a sorte trai, plebeu
No ombro, o velho saco descuidado
E a velha viola sempre ao seu lado

Não levou consigo a viola
Nem mais um acorde lhe ouvi eu
Livre, viveu no tempo desajustado
Em contratempo, triste plebeu