- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - - - -
As 5.440 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os
- - - - -
Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE *filósofo
- - - - -
USE O MOTOR DE BUSCA *barra de links* PARA PESQUISA FÁCIL

Se os meus olhos já não choram

Frederico de Brito / Raúl Pinto
Repertório de Deolinda Rodrigues

Se os meus olhos já não choram
Sobe aos rochedos aguços
E do alto diz ao mar
Que as esperanças se evaporam
E eu não tenho mais soluços
Nem mais pranto p’ra chorar

Vai à praia e diz à areia
Que se vir a maré cheia  / A subir, pé ante pé
Diz a essa malfadada
Que ando triste, estou cansada / De remar contra a maré

P’lo caminho diz ao vento
Que não ande mais nas rondas / Que não rasgue mais as velas
E se ouvir o meu lamento
Que não cave tanto as ondas / Que não não baile assim com elas

Diz áquela nuvem parda
Que parece estar de guarda / Ao luar que se apagou
Que o meu bem já se demora
Foi num barco p’lo mar fora / E esse barco não voltou