- - - - -

- - - - -
<> Clique na imagem e oiça Fado <>
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.685 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Noite estrelada

João Monge / António Zambujo
Repertório de António Zambujo

Como eu não sei rezar
Um dia pus-me a contar
Quantas estrelas há no céu
Comecei na tua rua
Nquela estrela que é tua
A estrela que Deus te deu

Quanto mais estrelas contava
Mais o céu se iluminava / Mais luzinhas se acendiam
Nem o astro se cansava
Eram tantas que eu cegava / E era por ti que nasciam

Quano o coração da gente
Tem uma estrela cadente / Morre para nascer depois
Inventei uma oração
Que uma tivesse o condão / De nascer para nós os dois

Adormeci coma esperança
Até onde a vista alcança / Quando o céu é mais estrelado
Acordei à luz do sol
Afastei o meu lençol / E tu estavas a meu lado