- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - - - -
As 5.440 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os
- - - - -
Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE *filósofo
- - - - -
USE O MOTOR DE BUSCA *barra de links* PARA PESQUISA FÁCIL

A noite e a Rosa

Vasco de Lima Couto / Jorge Barradas
Repertório de Simone de Oliveira

Fiz da noite a rosa p’las mãos do pecado
No tempo da rosa sorrindo a teu lado
Falei-te por mim, ouviste por ti
E os ramos surgiram depois que te vi
As mulheres da noite rasgaram as luas
E eu e tu fugimos por todas as ruas
Olhaste o meu rosto marcado pela fama
E abriste o teu peito no fogo e na chama

Pedaços de rosa beijaram a cama
Que dói por que dói quando o amor nos chama
Pedaços de rosa
Beijaram a cama

Fiz do nosso dia, depois da partida
Um lago desfeito onde deixei a vida
Que a vida eras tu nos campos da história
Abrindo esta rosa chamada memória

Falei com amigos de ontem como hoje
Chamando o teu corpo que em meu corpo foge
E a mãe que eu já tive abriu-se no mar
Para que o meu amor se fosse deitar

E a rosa era a noite, e a noite era a o dia
Rasgando as palavras que ninguém sabia
E a rosa era a noite
E a noite era o dia