- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Segredo das coisas

Rita Gordo / Rita Gordo e Paulo Parreira
Repertório de Rita Gordo

À noite, quando me deito
Alguém se deita comigo
Grande, grande é o segredo
Mas maior é o castigo

E no silêncio da noite / Há vozes em meu redor
Que me gritam o teu nome / Toda a noite, meu amor

É no segredo das coisas / Que tudo me acontece
E na espera de ter / Todo o meu corpo arrefece

E quando a noite se alonga  / Além do tempo devido
E o silêncio se prolonga / Como de fora de vidro

Tenho medo, muito medo / O medo de estar sózinha
Mas não conto o meu segredo / Pois ninguém me adivinha