- - - - -

- - - - -
<> Clique na imagem e oiça Fado <>
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.650 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Lua mãe das noites

Aldina Duarte / Renato Varela *fado varela*
Repertório de Mísia

Ao mar deitei as cinzas do teu nome
Pedi-lhe uma razão p’ra te lembrar
Em tudo o que não sei e me consome
De teu o que encontrei não quis guardar

Recordo a nuvem branca sobre os montes
E a lua mãe das noites que perdeste
Senhora que alimenta as minhas fontes
Quem sabe se por mim entristeceste

Aqui no meu lugar, na minha casa
Bendigo o meu destino, ao perder-te
Paixão que foste sempre maré vaza
Que nada foi preciso p’ra esquecer-te