<> Canal de rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça Fados

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Fado letra a letra

António Torre da Guia

F'elicidade... A'mor... D'eus... Ó'dio
Quatro palavras no trono do apreço
Resumem nesta vida o nó-górdio
Da revolução humana que conheço

Do Fado, seja da forma que for
Sirvam-se e sirvam-no à vontade
Pois como sim ou não, prazer ou dor
Ao Fado ninguém tira a liberdade

Desabafo, cantiga, oração,
Motivo interactivo e passatempo
Vadio, voluntário, profissão,
O Fado é da vida o monumento

Sózinho, à guitarra, à viola
Ao sax, ao piano, ao violino
O Fado é a magia que consola
O percurso das almas no destino