- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado sonho

Francisco Duarte Ferreira / José Marques *fado rigoroso*
Repertório de João Ferreira Rosa

Na minha cama só, estava deitado
E sem poder dormir, pus-me a sonhar
Eu sonho muitas vezes acordado
O que sonhei, então vou-lhes contar

Era uma tarde linda, vinham toiros
Correndo estrada fora, para a praça
Onde os toureiros vão conquistar loiros
Entusisamando ao rubro a populaça

Eu andava p'ra ali entontecido
Com o sol, com a luz e com a algazarra
De repente porém, fui atraído
Pelo doce trinar duma guitarra

Era o fado, mas o fado rigoroso
Cantava-o a Severa, a preceito
Co'a guitarra nas mãos do Vimioso
Gemia anseios de fogo no peito

Eu então, fadista como era
Peguei numa guitarra e fui tocar
Cantei ao desafio com a Severa
Mas isto meus senhores... foi a sonhar