- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Meu amor d'uma só hora

Gonçalo Salgueiro / Alfredo Marceneiro *fado versículo*
Repertório de Gonçalo Salgueiro

Descalço, corro as ruas noites fora
Caminhando, caminhando sem parar
Onde estás ó meu amor d’uma só hora
Onde estás meu amor, para te abraçar

Esta dor que corre em mim cada segundo
Só pede à terra, ao céu o teu abraço
Nada sou, nada mais tenho neste mundo
Meu amor, sem teu amor, sem teu regaço

Grito ao vento pelo teu nome em solidão
Chora a noite nosso amor eternamente
Brotam lágrimas das pedras plo chão
Onde estás meu grande amor, amor ausente

Não te alcanço, não me encontro, desespero
Vou voltar à liberdade indesejada
Preso ao mundo onde apenas por ti espero
Sem amor, sem teu nome, sem ter nada