- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado da Bica

Carlos Conde / Jaime Santos *fado da bica* 
Repertório de Amália 

Quem diz que o amar que custa
Decerto que nunca amou
Eu amei e fui amada
Nunca o amar me custou

Fiando junto à lareira / Dizia a avó à netinha
Ao tempo que esta mantinha / O crepitar da fogueira

Meu amor, não há maneira / De fugir à fé robusta
Da paixão que não assusta / Quem pecou por ter amado
Porque só cai em pecado
Quem diz que o amar não custa

A neta, ao ver-se enleada / No seu íntimo segredo
Apenas sorriu a medo / E quedou-se envergonhada

Fingindo não dar por nada / A avó continuou
Quis um dia ao teu avô / Como ele me quis a mim
E quem nunca amou assim
Decerto que nunca amou