- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Raízes

Sidónio Muralha / Henrique Lourenço *fado cigana*
Repertório de Amália

Velhas pedras que pisei

Saiam da vossa mudez
Venham dizer o que sei;
Venham falar português
Sejam duras como a lei
E puras como a nudez

Minha lágrima salgada

Caíu no lenço da vida / Foi lembrança naufragada
E para sempre perdida
Foi vaga despedaçada / Contra o cais da despedida

Visitei tantos países

Conheci tanto luar/ Nos olhos dos infelizes
E porque me hei-de gastar
Vou ao fundo das raízes / E hei-de gastar-me a cantar