- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - - - -
As 5.440 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os
- - - - -
Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE *filósofo*
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Não me conformo

Emílio Vasco / Moniz Pereira
Repertório de Lucilia do Carmo

Não sei como pudeste descansar
Noutros braços, sabendo que estou triste
Nem um remorso só te faz lembrar
O que te dei e tu retribuíste


Mas como – Santo Deus – tudo apagado
Nesse teu coração descontrolado
Sabendo tu, que o meu se queimaria
Numa saudade viva, dia a dia

Bem sei que todo o bem tem sempre um fim
Mas não, não me conformo assim!

Entre nós dois estão sempre de permeio
Doces recordações a que me agrarro
Na estante, o livro que deixaste a meio
No meu cinzeiro, o ultimo cigarro

E o lenço que me déste nos meus anos
Mortalha d’outros tantos desenganos
Onde guardo o que resta desse adeus
Que os teus olhos trocaram com os meus

Bem sei que todo o bem tem sempre um fim
Mas não, não me conformo assim!