As 5.205 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Braços erguidos

António Campos / António Chaínho
Repertório de Alcindo de Carvalho

Braços erguidos ao céu que quer alcançar
Gritos perdidos, boca sem ter quem beijar

Olhos fechados abertos ao coração
Passos mal dados no caminho da ilusão

Onde andarei, o que farei, não sei de mim
De tudo e todos ausente
Rastejo como serpente n
um labirinto sem fim
Da felicidade, só há saudade nos olhos meus
Minha alma não tem par
Sou gota d’água no mar, s
ou padre nosso sem Deus