- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Menino do bairro negro *Coimbra*

José Afonso

Olha o sol que vai nascendo
Anda ver o mar
Os meninos vão correndo
Ver o sol chegar

Menino sem condição / Irmão de todos os nus
Tira os olhos do chão / Vem ver a luz

Menino do mal trajar / Um novo dia lá vem
Só quem souber cantar / Virá também

Negro...

Bairro negro, bairro negro
Onde não há pão, nnão há sossego

Menino pobre, o teu lar / Queira ou não queira o papão
Há-de um dia cantar / Esta canção

Se até dá gosto cantar / Se toda a gente o quizer
Um dia hás-de aprender / Haja o que houver