- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Boémio sonhador *Coimbra*

Também conhecido com o título *Á meia noite ao luar*
Alexandre Rezende

À meia noite ao luar
Vai p'las ruas a cantar
O boémio sonhador
E a recatada donzela
De mansinho, abre a janela
À doce canção de amor


Ai como é belo á luz da lua
Ouvir um fado em plena rua
O cantador apaixonado
Vem ao luar p'ra cantar o fado


Dão as doze badaladas
E ao ouvir-se as guitarradas
Surge o luar que é de prata;
E a recatada donzela
De mansinho abre a janela
Vem ouvir a serenata